Quem são as Tarântulas?

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é site-quem-sao.png

As Tarântulas, ou comumente chamadas no Brasil “Caranguejeiras”, são aranhas pertencentes a Família Theraphosidae, são animais que ocorrem praticamente em todo o mundo, principalmente no Brasil, que alias, possui a maior quantidade de espécies catalogadas.

Esses animais embora pareçam ser extremamente perigosos, apenas aparentam mesmo viu, não oferecem riscos significativo algum para a saúde humana. Embora as tarântulas em sua grande maioria podem passar facilmente dos seus 15cm de comprimento e possuir presas com mais de 1cm, esse tamanho todo serve apenas para botar medo mesmo hehehehe. Assim como a maioria das aranhas, as caranguejeiras também possuem toxina, sua peçonha é neurotóxica, ou seja, afeta todo sistema nervoso de suas vitimas, mas como eu disse, fique tranquilo, essa peçonha em bora seja letal para pequenos vertebrados, é 100% inócua (não faz efeito) em nós seres humanos.

* Saiba mais sobre a toxina das tarântulas e seus efeitos CLICANDO AQUI

Algo peculiar e típico das aranhas caranguejeiras são as suas cerdas urticantes. Algumas espécies de tarântulas, basicamente todas as que ocorrem nas Américas, possuem uma tecnologia evolutiva muito impressionante, em sua maioria esses pelos farpados ficam localizados no abdômen do animal, essas cerdas são como farpas e em contato com a pele pode causar muita irritação e vermelhidão local. Pessoas que tiverem reações alérgicas podem precisar de tratamento hospitalar o mais rápido possível.

As tarântulas sempre evitarão ao máximo não utilizar do seu aparato surpresa, já que com o tempo, as suas cerdas urticantes podem vir a desgastar por completo, a parte boa disso, é que elas nascerão novamente na próxima troca de pele do animal.

* Saiba mais sobre as Cerdas Urticantes das tarântulas e seus efeitos CLICANDO AQUI


DE ONDE VEM O NOME?

O nome tarântula foi originalmente dado à aranha-lobo, Lycosa tarentula, do sul da Europa e foi derivado da cidade de Taranto, Itália. Foi pensado que a picada da L. tarentula causasse uma doença conhecida como tarantismo, na qual a vítima chorava e pulava antes de entrar em uma dança selvagem. Foi demonstrado, no entanto, que a picada de L. tarentula não é perigosa para os seres humanos e que nenhum efeito ruim poderia ser atribuído a ela. O corpo da L. tarentula tem cerca de 2,5 cm de comprimento. Como outras aranhas-lobo, ela não faz teia, mas captura sua presa por perseguição.

HABITAT E DIETA

As tarântulas vivem em áreas quentes ao redor do mundo em todos os continentes, exceto na Antártida, mas a maioria é encontrada na América do Sul. Seus habitats preferidos são florestas tropicais, desertos e matagal. Como outras aranhas, tarântulas fazem uma teia de seda, mas não para capturar presas. A seda é usada para fazer sua toca e forragea-la, um “tapete”, ou para ajudar no manuseio de alimentos. Algumas tarântulas vivem em tocas subterrâneas em solo bem drenado. Se o solo for adequado, a aranha cava uma toca profunda e a reveste com teias de seda; isso ajuda a evitar que areia e sujeira escoram para dentro dela. Algumas tarântulas vivem no chão sob rochas, troncos ou em casca de árvores, outras vivem em tocas feitas de teias em árvores. Essas aranhas em sua grande maioria são criaturas solitárias.

As Tarântulas são caçadoras noturnas, elas se alimentam de uma grande variedade de insetos, outras aranhas e pequenos lagartos, cobras e sapos. Elas dependem de emboscada e perseguição para pegar suas vitimas. As presas liberam toxina que mata a vítima; Logo em seguida a aranha regurgitará enzimas digestivas sobre sua vitima, essas enzimas possuem o papel de fazer toda a digestão externa de seu alimento, em seguida a aranha sugará tudo oque for dissolvido. Embora as pessoas tenham medo da picada de uma tarântula, a realidade é que a maioria tem um veneno com potência comparável à de uma abelha. E lembre-se, uma tarântula prefere se esconder de você do que pica-lo.

CICLO DE VIDA

Disposto a morrer por amor: Uma vez maduro, uma tarântula macho abandona sua toca para procurar uma fêmea seguindo os feromônios que ela deixa. A dupla realiza uma dança de namoro e, em seguida, se o macho é considerado adequado, eles acasalam. Machos de muitas especies de tarântulas têm esporas em seu primeiro par de pernas, para segurar as presas da fêmea enquanto eles acasalam. Machos sortudos geralmente morrem alguns meses após o acasalamento, mas as fêmeas podem viver por 25 anos ou mais.

A fêmea faz um casulo de seda em sua toca para seus ovos. Uma vez que os ovos são colocados (de 75 a 3.000), ela sela o casulo com seda e, em seguida, fica de guarda por 6 a 9 semanas até o nascimento de seus filhotes. Eles saem por conta própria quando têm de duas a três semanas de vida.

Todas as tarântulas têm um exoesqueleto duro que se troca a cada vez que é necessário. Quando chega a hora, a tarântula estabelece um tapete de seda com suas fiandeiras e vira sobre seu cefalotórax. O velho exoesqueleto se rompe no cefalotórax da aranha, e a tarântula deve empurrá-lo para fora expandindo e contraindo seu corpo. Quando o processo está devidamente completo, e a aranha recuperada desse processo exaustivo, ela se põe e pé novamente.

CONSERVAÇÃO

Muitas tarântulas foram coletadas em quantidades absurdas para sustentar o comércio de animais de estimação e são protegidas pela Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Extinção (CITES). Os Zoológicos são um refúgio para um grande grupo de tarântulas confiscadas pelo IBAMA em operações de contrabando ilegal.

Embora as aranhas sejam predadoras temíveis, outros costumam comê-las. Tarântulas têm muitos inimigos naturais, incluindo lagartos, cobras, pássaros comedores de aranhas e até vespas. Uma vespa caçadora de tarântulas fêmea (uma vespa grande e solitária), pode encontrar uma tarântula, picá-la, e depois arrastar seu corpo atordoado para uma toca especial que ela preparou. Uma vez dentro da toca, ela coloca um único ovo no corpo da aranha viva. Quando a larva choca, ela come a tarântula!

CURIOSIDADES

  • O veneno da tarântula pode ter uso medicinal no tratamento de coágulos sanguíneos.
  • As aranhas não podem comer alimentos sólidos, então elas bombeiam fluidos digestivos em suas presas e sugam os líquidos.
  • A aranha-babuína rei faz um som assoante esfregando estruturas em suas partes da boca quando ameaçada.